GPA BLOG

Descomplicando a arquitetura

Qual a diferença entre arquiteto, designer de interiores e engenheiro?

Atualizado: Jun 20

Muitas pessoas tem essa dúvida na hora de projetar ou construir. Neste artigo apresentaremos as principais diferenças entre os três tipos de profissionais e derrubar alguns mitos, para te ajudar a saber quando contratar cada um.



Na construção civil existem várias etapas e cada uma delas exige uma especialização diferente. Fazendo um paralelo com a medicina, o mais aconselhado é que quando torcemos o pé, procuremos um ortopedista e não um dermato. E mesmo que vá ao ortopedista, caso precise de uma cirurgia, entra em cena o anestesista.

Na construção esta lógica também se aplica. Tanto o engenheiro quanto o arquiteto ou o designer podem ser especializados em uma matéria específica ou ser mais generalistas. Tudo depende se aquele profissional específico está habilitado para prestar determinado serviço, Porém há algumas atribuições que devem ser executadas especificamente por um ou outro. Para descomplicar um pouco mais vamos mostrar as diferentes atribuições.


Designer de interiores

O profissional desta área é não só habilidado, é especialista na parte de acabamentos, composição de revestimentos, layout, desenho de móveis e ergonomia do espaço. Claro que é mais complexo do que isso, porém o principal é que eles atuam em um espaço já construído e a partir daí especificam como ele vai ser até estar pronto para receber os habitantes. O profissional de interiores é capaz de atuar também em espaços já decorados e fazer uma reforma que transformará copletamente o ambiente.

Assim como o arquiteto, o designer pensa o ambiente a partir das necessidades do cliente, utilizando de sua formação artística para estudar cores, composição, texturas e todos os demais elementos. A criação do designer de interiores possui também uma preocupação com a organização funcional do ambiente, dispondo o mobiliário da melhor maneira possível. Eles são especializados também no desenho de móveis.

O designer de interiores pensa desde oque você vai guardar nas gavetas de um móvel, até como aquele móvel vai ser. Este processo pode englobar tanto uma reforma quanto uma redecoração. Entretanto, as atribuições do designer não o permitem fazer alterações relevantes na edificação em si, alterando ambientes. Portanto se você precisa construir algo para poder decorar, ou alterar o desenho da construção, é mais indicado contratar um arquiteto.


Arquiteto

A primeira parte importante das atribuições do arquiteto é a durocracia da construção civil. Antes de contratar profissionais e comprar material é importante saber tudo que seu terreno te permite fazer. O que você pode construir nele, quanto dele pode ser usardo quanto de recuo é necessário entre a edificação e os limites do terreno, enfim. Toda a parte de parâmetros construtivos e estudo de massas. Para estas questões é indicado que se tenha um arquiteto por perto.

O arquiteto tem como principal atribuição planejar espaços, podendo ser desde um quarto até um bairro ou uma cidade. Garantindo a forma, função e solidez. Planejam como vai ser um determinado espaço, como ele será utilizado e como fazer a construção ser estável, buscando otimiza-la às necessidades do habitante, com arte.

O arquiteto é o profissional mais adequado para levantar seus desejos e necessidades e a partir deles, desenvolver como será seu projeto. A partir desse ponto é ele quem desenha o ambiente ou construção e diz como tudo deve ser. Desde as dimensões do espaço até onde ficarão as tomadas e qual será a voltagem delas.

Toda essa gama de informações inclui também a estrutura. O papel do arquiteto nesse quesito é dizer onde ficará cada pilar, viga, e elementos estruturais, bem como pré dimensiona-los. Pode-se dizer que, além da parte arquitetônica, o arquiteto é responsável pelo layout (disposição), especificação e pré dimensionamento dos elementos complementares da construção, como a estrutura, hidráulica, elétrica e instalações em geral.

Depois de realizado o trabalho do arquiteto, que vai desde o estudo de massas até os projetos complementares, precisamos dos projetos técnicos para os complementares, neste ponto entra o engenheiro.


Engenheiro

O engenheiro é especializado na parte técnica e de cálculos dentro da construção civil. A partir de todos os desenhos feitos pelo arquiteto, o engenheiro completa os cálculos de pré dimensionamento da estrutura e projeta toda a infra estrutura de instalações. No caso do projeto estrutural, o engenheiro especifica qual tipo de concreto deve ser utilizado, como será a armação do concreto e quais as dimensões definitivas de pilares, vigas e lajes, aprimorando o pré cálculo do arquiteto. A parte de fundações também é cargo dos engenheiros e começa com a análise do solo para definir qual tipo de fundação é mais adequado.

Nos projetos de instalações são eles que desenvolvem o layout feito pelo arquiteto, projetando toda a infra estrutura de fiações, cabeamentos, dutos, cargas elétricas, pressão hidráulica e etc. Outros tipos de projetos complementares também podem ser feitos inteiramente pelo engenheiro, como piscina, automação, muros de arrimo e terraplanagem,

Os engenheiros são também capacitados para gerenciar as obras. O gerenciamento envolve a administração de todos os processos e serviços de que a obra necessita e a mão de obra.


Semelhanças

As atribuições dos três profissionais se assemelham em certos pontos. O arquiteto por exemplo, pode fazer tanto a parte de interiores, quanto infra estrutura de projetos complementares. Porém não poderá fazer cálculos técnicos de engenharia a não ser que possua uma formação que o permita assinar pela responsabilidade.

O engenheiro pode fazer tanto a parte arquitetônica quanto a de interiores também, porém sua formação técnica e pragmática engloba apenas módulo introdutório de planejamento espacial. Isso não lhes permite ter o embasamento de criação humanizada e artística que os designers e arquitetos possuem.

Em relação a obras, se um designer fez o projeto de interiores de um ambiente, ele tem total capacidade de gerenciar aquela obra, afinal ele tem todas as informações sobre o projeto a ser executado. O arquiteto pode gerenciar a obra também, entretanto em obras de grande porte e complexidade é sempre bom ter um engenheiro como responsável técnico e o engenheiro e designer acompanhando para garantir que os projetos estão sendo executados de forma precisa.

No fim das contas as três profissões se complementam no ramo da construção civil e todas tem sua relevância. O mais importante é sempre ter o acompanhamento de um profissional qualificado para realizar os serviços de projetos e construção civil.



23 visualizações