GPA BLOG

Descomplicando a arquitetura

Dicas para o home office ideal

Não só no momento em que vivemos, mas também no futuro pós Covid, tende a haver uma popularização considerável do home office. Sabia que um ambiente de trabalho inadequado pode interferir não só no desempenho do seu trabalho como também na sua saúde? Vamos dar dicas essenciais pra garantir que seu espaço de trabalho seja eficiente e agradável, de forma simples e eficaz, sem precisar gastar muito ou fazer reformas.

Photo by Caio from Pexels


Como o home office afeta a nossa vida?

Nem todo mundo se atenta a isso, mas a dinâmica de uso do home office é tão importante quanto sua disposição e decoração. Devemos sempre ter em mente que não temos mais a nítida separação entre locais que teríamos se estivéssemos nos deslocando até o trabalho. Muitas consequências positivas são obtidas nesse processo e sem dúvidas a maior delas é não precisar gastar horas no trajeto entre os locais. Apesar de ser positivo, não devemos deixar de prestar atenção no fato de que agora 100 porcento do nosso tempo, passamos em apenas um ambiente, por mais que seja a nossa casa e nos sintamos confortáveis nela. Isso implica em uma redução da nossa interação com o mundo exterior, o que causa redução de horas de exposição ao sol, uma menor socialização e também uma alteração da dinâmica de uso da própria casa.

Essa é a parte em que a saúde entra em pauta e para não deixar a nova rotina afeta-la de maneira negativa é sempre bom saber lidar com este lado do home office. Mantenha-se ativo fazendo caminhadas durante o dia para garantir a produção de vitamina D e todos os outros incontáveis benefícios do sol.

Não esqueça também de aumentar a frequência de suas interações sociais durante o tempo livre. Parece besteira, mas por mais que você não se socializasse com os estranhos no caminho para o trabalho, só o fato de estar ao ar livre vendo pessoas já é positivo para nossa saúde psicológica, sem contar a interação com os colegas de trabalho. O ser humano é um animal social e precisa ver rostos pessoalmente às vezes e não apenas pela tela. (Deixando claro que esta dica deve ser aplicada com responsabilidade durante a pandemia., sempre que possível, fique em casa.)

Efetivamente a hora em que deixávamos o local de trabalho era bem mais expressiva, pois havia todo um processo de fechar a estação de trabalho, despedir-se dos colegas, sair do prédio e deslocar-se até chegar em casa. Nesse ponto também, o sentimento de alívio de chegar em casa era muito expressivo. Agora que estas nuances não acontecem mais e é importante ter consciência disso e da falta que elas fazem.


Vale salientar a questão dos filhos, pense se é válido avaliar a real necessidade de sempre deixar a porta do home office aberta com livre acesso dos filhos, caso eles já sejam um pouco mais crescidos, você pode deixar claro que quando está em horário de trabalho precisa se concentrar. Isso não te fará uma mãe pior nem uma pessoa insensível. Pare pra pensar que antes você estava a quilômetros de distância caso algo acontecesse. É muito melhor agora que você está na mesma casa e se algo acontecer você pode assisti-los prontamente, mesmo que a porta esteja fechada ou encostada por uns instantes. Por outro lado não fique irritada com eventuais interrupções para apertões, abraços e beijinhos, faz bem e vpcê sentia falta disso quando trabalhava fora.

vivadecora.com.br


Delimite os espaços

É importante não deixar que o seu home office invada o espaço da sua casa e vice-versa. A questão da dinâmica de uso do espaço é também muito importante e pode fazer com que locais da sua casa que antes te faziam relaxar, passem a causar agitação. Da mesma forma que não é ideal deixar elementos de casa na estação de trabalho, também é interessante não deixar elementos de trabalho espalhados pela casa. Sabe aquela história de deparar as contas da empresa e de casa? Então, a lógica é a mesma, pois havendo confusão entre os espaços os limites podem não ficar muito nítidos para o seu subconsciente e isso pode fazer com que mesmo fora de horário de trabalho, você não consiga se sentir 100 por cento em casa. E por outro lado pode te fazer sentir relaxado de mais durante o expediente.


Para delimitar nem sempre precisa reformar

Nosso cérebro funciona com associações para interpretar o ambiente que nos cerca, não reparamos conscientemente nisso, mas essas associações podem te deixar mais ou menos em sintonia com o ambiente e a tarefa realizada nele.

Para que possamos nos aproveitar desta característica psicológica, devemos saber separar bem os ambientes onde trabalharemos, do restante da casa. Isso não implica em fazer uma reforma ou construir uma parede no meio da sua sala. Nosso cérebro associa cada elemento presente com algum sentimento ou emoção, portanto até mesmo a presença de uma pasta de projetos ou planilhas na escrivaninha do seu quarto faz com que seu cérebro associe o ambiente a algo laborativo. Desta forma, devemos evitar elementos diretamente relacionados a descanso ou tarefas domésticas por perto da estação de trabalho. Isso garante que você deixe as coisas em seus devidos lugares sem precisar de um cômodo especial. Caso seja viável separar um cômodo exclusivamente para home office, seria ideal, porém nem sempre é possível.

A dica é colocar na sua estação, mesmo que seja uma escrivaninha na sala ou no quarto, elementos relacionados a um ambiente de trabalho. Você pode fazer isso começando pela lógica de: o que vemos em um escritório? Não costumamos ver travesseiros ou uma pilha de louça, apesar de eu ser totalmente favorável a presença do travesseiro.

Elementos como um caneteiro, cadernos de anotações, seu notebook, livros, materiais de trabalho em geral, são ideais para garantir o contexto correto de sua estação de trabalho para seu cérebro. Pode parecer irrelevante, mas no meu caso minha estação de home office ficava próxima ao local onde jogo videogame e isso de certa forma tirava minha concentração, pois eu olhava o videogame como se fosse um pote d'água no deserto. Para complementar, é claro que deve haver uma decoração e até mesmo plantas, pois a humanização é muito importante para que o trabalho seja eficaz sem ser massante. A decoração deve ser condizente mas também agradável e isso pode ser atingido com detalhes até mesmo como um simples tapete para que seus pés fiquem mais confortáveis. Enfim, neste quesito o mais importante é a atenção aos detalhes.


Como compor a decoração?

É importante salientar que a simplicidade é sempre benéfica. Você não precisa montar uma empresa, apenas uma estação de trabalho. Para mim, por exemplo, o notebook e a xícara de chá são suficientes em cima da bancada. Mais ao lado fica um caderno para anotações e um caneteiro. Os documentos, catálogos de fornecedores e demais materiais ficam no armário e eu pego conforme preciso.

Dê uma passada em lojas de decoração e veja a sessão de escritórios, podem haver algumas coisas que ficariam legais no seu home office. Considere elementos além da estante de livros para servir de background de suas calls. A estante de livros para mim já está tão batida quanto azulejos coloniais sortidos na cozinha. Busque outros elementos, como quadros, plantas e coisas do tipo. Nesse quesito vale quase tudo, a não ser a bagunça de casa aparecendo atrás de você.

Agora que você mesma escolhe suas coisas para compor seu home office, dê-se ao direito de ter uma boa cadeira, com encosto grande e apoio para os braços. Escolha as cores de acordo com suas funções psicológicas, a regra em geral é: cores frias tranquilizam e as quentes estimulam.

ladydecluttered.com

Meu home office fica na sala, precisa combinar com a sala?

Nem sempre. Caso haja uma nítida diferença entre onde você trabalha e onde você assiste suas séries, os dois não precisam necessariamente combinar em termos de tons de móveis e cores.

Para nortear esta composição de forma mais técnica há uma reflexão interessante. Você pode tanto fazer composições distintas, quanto fazer uma mais neutra em comum para os dois espaços. Caso opte pelo primeiro conceito, opte com convicção e sem medo de "não combinar". se os dois ambientes estiverem bem compostos e minimamente condizentes, tudo bem. Se quiser algo mais uniforme, opte por elementos mais generalistas. Para exemplificar vejamos os projetos de interiores de hotéis ou de apartamentos decorados para vendas. Nunca vemos uma parede rosa choque ou verde limão com tapetes de croché. Não que este estilo seja inferior, de forma alguma. Ele apenas não atende tão bem a uma diversidade de gostos tão grande quanto um estilo mais neutro. Em hotéis e decorados vemos sempre tons neutros, tons pastel às vezes. O uso predominante do branco ou cinza, bege ou caso haja alguma cor mais marcante ela é utilizada de forma mais sutil. Baseie-se nestes conceitos para compor um ambiente "híbrido" ele com certeza não ficará muito carregado nem ambíguo.


Meu home office fica no quarto!

Como não enlouquecer achando que está dormindo no trabalho e trabalhando na cama? Evite deitar-se durante o dia, não é porque você pode que você deve. Ajude seu subconsciente a distinguir as diferentes funções dentro do seu quarto.

Adquira um pufe de sua preferência para sentar-se nas horas livres, assim você ganha outra opção além da cama e evita descansar no assento em que trabalha. É recomendado também possuir além da bancada, uma mesinha de cabeceira na qual você possa deixar seus objetos pessoais ou que usa apenas na hora de dormir, assim você evita de misturar as coisas e pode ter uma superfície exclusiva para as horas livres para apoiar livros e coisas não relacionadas ao trabalho. Tendo locais distintos para sentar e apoiar objetos para ambas as funções, você manterá um rendimento melhor tanto no trabalho quanto no descanso.


Ergonomia

Ergonomia é imprescindível em um home office. Entretanto, não é necessário um conhecimento técnico nessa área para fazer uma estação de trabalho adequada.

Basicamente atente-se à altura da sua cadeira em relação ao teclado ou a bancada, ela deve ser, em média, de 30 cm. O monitor deve estar sempre mais baixo do que a altura dos seus olhos e mais alto do que o teclado, portanto se você utiliza monitor de mesa, certifique-se de que o topo dele está alinhado ou levemente abaixo da linha dos seus olhos. É importante também, deixar o monitor inclinado cerca de 1o graus para trás. Lembre-se de reduzir o brilho ao mínimo possível e funcional. Ajuste a altura da cadeira para que seus pés não fiquem no ar e nem sobrando altura, com os joelhos muito flexionados. O ideal é notar que seus joelhos estão flexionados em 90 graus. Sobre o encosto da cadeira o ideal é que ele pegue toda a extensão da coluna e que não fique muito inclinado para trás.


Iluminação

A iluminação deve ser de preferência direta e pontual, ou seja, é ideal que você possua uma luminária de mesa direcional. Na grande maioria dos ambientes domésticos a iluminação é padrão no centro do cômodo. Isso fará com que a luz fique atrás de você e sua sombra cubra o teclado ou o que você está lendo, isso prejudica os olhos. Para que não seja necessário instalar uma iluminação nova no seu quarto, adquira uma luminária de mesa direcional. A lâmpada correta é a de cor mais neutra. A intensidade quem escolhe é você e suas necessidades, cada caso é um caso. Para projetos de ambientes de trabalho, há um cálculo técnico de quantidade de iluminação, mas no caso de uma estação doméstica de trabalho você pode escolher a intensidade de luz que for melhor pra você. Sobre as cores da luz, uma dica é buscar lâmpadas com temperatura entre 4.000 e 5.6000K Esta é a faixa de cores de luz mais neutras, para fins de comparação, a luz do sol encontra-se bem próxima a 5.000k. Quanto maior este número, mais azul a luz e quanto menor, mais amarela. Luz amarela não é ideal para atividades laborativas e a luz muito azul também não é indicada para atividades da categoria de escritório.

Para finalizar a questão da iluminação é interessante frisar que o local ideal para colocar sua luminária é em qualquer lugar em que a lâmpada possa ficar diretamente voltada à sua atividade, sem nada fazendo sombra, e ao mesmo tempo fora do seu campo de visão.

Sobre a iluminação natural, procure posicionar seu computador ou área de leitura e escrita, de forma a ficar de lado para a janela. Se você escrever com a mão direita, é ideal que a luz venha da esquerda e vice-versa.

Seguindo estas dicas e não esquecendo de se levantar eventualmente para dar uma esticada, respirar e tomar água, você estará trabalhando de maneira saudável.

domesticimperfection.com

Esperamos que estas dicas ajudem não só na parte arquitetônica da coisa mas também na sua qualidade de vida na nova rotina de home office. Lembrando que podem contar conosco se precisarem de um auzílio mais técnico ou projetos de reforma e decoração.


37 visualizações